Como se tornar um motorista de caminhão profissional?

O setor de transporte de cargas e logística cresceu muito nos últimos 20 anos, e para que todo o processo de carga e descarga seja feito por todo o país, o motorista de caminhão profissional é, ainda, uma peça fundamental para o mercado.

Porém, diferente do que acontecia anos atrás, em que a profissão era passada de pai para filho, atualmente a formação desse profissional é necessária para que ele possa acompanhar a evolução tecnológica do setor bem como atender a legislação vigente.

Assim, um motorista de caminhão profissional precisa ter a experiência e treinamentos necessários para ter maior valor agregado para o mercado. Isso porque se tornar um caminhoneiro envolve assumir muitas responsabilidades, pois envolve vidas, pressão para chegar e estar pronto para partir, exigindo muita maturidade e dedicação.

Se você tem interesse em se tornar um motorista de caminhão, mas não sabe por onde começar, continue lendo este post para ter todas as informações necessárias para iniciar esta jornada profissional.

Novas exigências do mercado

Ingressar na profissão de motorista exige da pessoa mais do que a vontade e o desejo de viajar, do espírito de liberdade e aventura sentidos atrás da boleia. Atualmente, as empresas têm exigido conhecimento técnico, dedicação e equilíbrio emocional e comportamental para comporem suas equipes.

Segundo o presidente da Setcepar, Gerson Medeiros, quem deseja ingressar nesta profissão precisa ter cumprido uma série de requisitos, bem como ter características pessoais que permitam o bom exercício da função.

“Quando as transportadoras e empresas abrem vagas para motoristas, elas buscam um profissional comunicativo, resiliente, que tenha formação acadêmica até o 2º grau completo e que já tenha feito os cursos obrigatórios oferecidos por entidades como o SEST/SENAT”, explica. O motivo para estas exigências, de acordo com Medeiros, diz respeito à evolução da legislação e tecnologia presente nos caminhões atuais.

Requisitos para poder ser um motorista de caminhão profissional 

1. CNH na categoria correta

A carteira de motorista para caminhão, principalmente àqueles que desejam trabalhar com veículos grandes, precisa ser da categoria E que, segundo a legislação de trânsito, é a que proporciona a habilitação para dirigir trailers, carretas e articulados acima de 6 toneladas.

Para conseguir alcançar esta categoria, algumas exigências precisam ser atendidas:

  • estar habilitado há pelo menos um ano na categoria C ou há um ano na D e ter, no mínimo, 21 anos;
  • não ter cometido nenhuma infração grave ou gravíssima nos últimos 12 meses;
  • não ser reincidente em infrações médias nos últimos 12 meses;
  • realizar exame médico;
  • realizar avaliação psicológica;
  • apresentar comprovante de aulas práticas em direção veicular;
  • fazer a prova e ser aprovado nos testes de direção veicular.

Para os motoristas que pretendem transportar cargas perigosas, é necessário a comprovação de cursos de especialização no assunto e para todos é obrigatório ter registrado na CNH o EAR (Exerce Atividade Remunerada).

2. Conhecer as opções do mercado para os motoristas

Quando conseguir alcançar a categoria desejada, o profissional precisa ver em qual categoria existem mais oportunidades de trabalho. Isso porque como um motorista de caminhão profissional, é possível trabalhar de forma autônoma ou como empregado.

Neste cenário, a primeira opção diz respeito ao profissional que adquire seu caminhão e fará suas rotas conforme as demandas que ele conseguir. No segundo caso, o motorista se coloca à disposição das transportadoras ou empresas que precisam dos seus serviços, sendo contratado em regime CLT.

Fique atento: motorista de caminhão autônomo precisa cumprir exigências específicas

É importante fazer um parênteses aqui, visto que a legislação prevê, também, algumas exigências legais para que os motoristas de caminhão autônomos possam atuar na área.

Ter inscrição RNTRC

Conforme consta na lei nº 11.442, de 5 de janeiro de 2007, em seu art. 2º, o Transportador Autônomo de Carga (TAC) deve fazer sua inscrição no Registro Nacional de Transportadores Rodoviários de Cargas (RNTRC) da ANTT. Para se regularizar, é necessário comparecer em uma das unidades regionais ou em postos credenciados da agência, comprovando os requisitos para exercer a profissão, como ter Cadastro de Pessoa Física (CPF ativo) e Carteira de Identidade (RG).

Estar em dia com a contribuição sindical e ser dono de veículo de tração ou carga

Outro ponto bem importante é estar em dia com a contribuição sindical e ser proprietário, coproprietário ou arrendatário de, no mínimo, um veículo ou uma combinação de veículos de tração e de cargas. Esse veículo deverá ter capacidade de carga útil (CCU) igual ou superior a 500 kg.

Comprovar tempo de experiência e cursos obrigatórios

Para ser motorista de caminhão autônomo, ainda é necessário ser aprovado em um curso específico, que deve ser ministrado por uma instituição de ensino credenciada nas Secretarias Estaduais de Educação ou em cursos ministrados pelo Serviço Nacional de Aprendizagem em Transporte (SEST/SENAT). Além disso, o profissional deve comprovar, ao menos, três anos de experiência na atividade.

Vale lembrar que estes também são requisitos solicitados pelas concessionárias para aprovação da ficha de financiamento junto às instituições financeiras. 

3. Definir o formato de trabalho

Ao se tornar um caminhoneiro, é possível encontrar diversas oportunidades de trabalho, no entanto, o formato de trabalho é diferente quando executado dentro do perímetro urbano ou na estrada. Um motorista que possui CNH categoria C já pode trabalhar com caminhões que tenham peso bruto entre 3.500 kg e 6.000 kg. Normalmente, eles são caminhões mais leves para entregas na cidade como, por exemplo, os modelos de caminhão da família Delivery, da Servopa Caminhões.

A categoria D é destinada a motoristas que trabalham com o transporte de passageiros, o que não se aplica no exercício desta profissão. Mas se o seu desejo é trabalhar na estrada com veículos acima de 6 toneladas, você obrigatoriamente precisa ter CNH categoria E.

Normalmente, as empresas e transportadoras contratam os motoristas novatos para trabalhos próximos a sua sede ou em trabalhos internos, e na medida em que adquirem experiência, podem ser promovidos a viagens mais longas com veículos maiores.

4. Ter os cursos obrigatórios e complementares

Os motoristas que desejam exercer a atividade precisam ter realizado alguns cursos que o capacitam para atender as demandas do mercado. “O que vemos hoje são pessoas que desejam trabalhar na área, mas não têm a capacitação necessária para atender o mercado. A demanda existe, mas faltam profissionais capacitados”, ressalta o presidente do Setcepar, Gerson Medeiros.

Ele destaca que os principais cursos que devem fazer parte do currículo do motorista profissional são:

CURSOS OBRIGATÓRIOS PARA MOTORISTA DE CAMINHÃO:

  • EAR (Exerce Atividade Remunerada);
  • Cursos de Direção Defensiva;
  • Direção Econômica;
  • Mecânica Básica/ Luzes do Painel.

CONHECIMENTOS BÁSICOS:

  • Sinalização de Trânsito;
  • Trânsito Urbano e Rodoviário;
  • Noção de tamanho, espaço e condução de caminhão – verificado por teste de volante.

CURSOS COMPLEMENTARES:

  • Mopp (para transporte de cargas perigosas);
  • Carga Indivisível (para cargas especiais).

Tanto o Setcepar quanto o Sistema “S” ofertam esses cursos de forma gratuita ou paga, basta ficar atento ao calendário de abertura das turmas e fazer a matrícula.

5. Ter as características comportamentais desejadas

Nem só de máquinas potentes e capacitação técnica vive um motorista de caminhão. Os recrutadores têm buscado cada vez mais profissionais com certas características comportamentais que indicam, antes de tudo, se ele é a pessoa certa para assumir as funções do cargo. “É muito importante que o profissional tenha equilíbrio comportamental e emocional para lidar com as situações que o esperam na estrada. Ele precisa ter em mente que irá enfrentar adversidades a todo momento e precisa ter um senso de autopreservação muito forte, pois não é só a vida dele que está em jogo, mas a de outras pessoas”, ressalta Medeiros.

Outro ponto de destaque é a vontade da pessoa em estudar e se aperfeiçoar. Ter interesse em tecnologias embarcadas, capacidade de improvisação, capacidade de adequação às regras e entender a sua importância dentro de um contexto são diferenciais procurados pelos empregadores.

“Sabemos que ainda falta muito em infraestrutura no país para dar suporte a este caminhoneiro, como Postos de Parada Gratuitos, para que ele possa ter direito a um banho quente, uma comida boa, sem precisar arcar com estes custos, mas já existem iniciativas que propõem estas melhorias e estamos lutando para que isso ocorra o quanto antes”, pontua.

Qual caminhão escolher para trabalhar?

De acordo com o monitor de pós-venda e treinamentos da Servopa Caminhões, Silvio Ostroski, para definir adequadamente qual caminhão comprar, o motorista precisa saber qual será a demanda de trabalho que irá atender. Isso porque, analisar a demanda do mercado é o principal ponto para que a compra do veículo seja adequada. “Não adianta nada comprar um caminhão antecipadamente sem saber o tipo de carga e a média de peso a ser transportado durante as viagens, pois pode ser que ao pegar a demanda, o veículo não tenha as medidas e características necessárias para a execução do trabalho”, explica.

Por isso, verifique antes quais são as oportunidades do mercado para só então analisar as opções disponíveis para compra do caminhão adequado. É importante sempre ter em mente que o setor de transporte e logística está em amplo crescimento e há muitas oportunidades para quem deseja trabalhar, mesmo em meio aos desafios da profissão.

Se você está na dúvida de qual caminhão escolher, a Servopa Caminhões tem uma equipe especializada para tirar suas dúvidas e lhe orientar para que você possa ter uma boa experiência com as máquinas da marca Volkswagen.

consignação de carro

Venda consignada de carro: porque optar por uma concessionária?

Entenda o que é, quais as vantagens e como fazer o contrato para vender o seu carro...

leia mais
depreciação de caminhão

Como calcular a depreciação de caminhão?

A taxa de depreciação de um caminhão precisa fazer parte dos custos da empresa e para calcular...

leia mais
moto para iniciantes

Conheça as razões que fazem da Triumph Street Twin uma excelente moto para iniciantes

Um modelo clássico com apelo tecnológico, a Triumph Street Twin tem todas as características perfeitas para ser...

leia mais
Newsletter
Receba conteúdo gratuito As melhores informações, novidades e oportunidades do Grupo Servopa direto no seu e-mail. Inscreva-se em nossa newsletter e receba conteúdos em primeira mão.

    Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de Privacidade e LGPD.
    Eu concordo em receber comunicações e ofertas personalizadas de acordo com meus interesses.