Diferenças entre itens de série, acessórios e opcionais

O sonho de comprar um carro às vezes vem cheio de dúvidas. Seja pela marca, modelo, cor e valor. Mas outra questão que pode estar presente são as diferenças entre itens de série, acessórios e opcionais.

Se comparar entre marcas, vai perceber que em alguns modelos de determinada montadora virão com opcionais diferentes de um carro de outra empresa do mesmo padrão (ou categoria).

Por isso é importante pesquisar bem no momento da compra para encontrar a melhor escolha para o seu negócio. E para sanar as dúvidas do que cada um desses itens significa, não deixe de conferir este artigo!

Leia também:
>> Qual a vida útil de um pneu?
>> Por que optar por uma concessionária para a venda consignada?

1.Itens de série

Os itens de série são aqueles que já vêm instalados no automóvel, em quaisquer unidade de uma determinada versão. São chamados assim porque são produzidos em série de forma padronizada para um determinado modelo.

Ou seja, são elementos vindos de fábrica, independentemente de você os querer ou não, e podem variar de um modelo para o outro e de fábrica para fábrica. Mas em todas esses são itens que fazem parte da montagem do automóvel.

Alguns exemplos de itens de série que podem estar presentes nos carros populares são: para-choque, limpador de para-brisas traseiro, ar quente, desembaçador etc. Carros de maior valor podem apresentar de fábrica: ar-condicionado, direção hidráulica, vidros elétricos etc.

2. Itens opcionais

Os itens opcionais, como já diz, podem ou não estar presentes no carro escolhido. Por isso é preciso ter atenção a isso durante a compra. Cada versão de um modelo pode ter o seu próprio kit de itens opcionais, com uma série de recursos diferentes.

Eles são uma escolha feita pelo cliente, e é possível até mesmo montar o carro do jeito que você quer, dentro do que o modelo de carro permite. De todo modo, esses são itens incorporados ainda durante a linha de produção, e acrescem o valor final do veículo.

Algum tempo atrás, esses itens podiam ser adicionados de forma individual, mas hoje são vendidos nesses kits específicos. Isso porque quando adicionados individualmente o veículo ganhava o status de “carro básico equipado”.

Neste caso, o valor do item adicionado não era acrescido no valor final da venda. Servia apenas como uma forma de chamar a atenção para comercializar de uma forma mais rápida.

Hoje, com o pacote completo de opcionais, agrega-se valor ao automóvel no momento da revenda, não sendo mais apenas um atrativo.

Alguns exemplos de itens opcionais são: direção e retrovisor elétricos, alarme, rodas de liga leve, controle de estabilidade, sensor de estacionamento etc. Se for do seu interesse, confira quais itens estão disponíveis para a marca e modelo de sua escolha!

3. Acessórios

Os acessórios são componentes que não deixam de ser opcionais, mas que podem ser adicionados após a saída da fábrica. Isto é, depois que você já o comprou (ou está comprando).

Estes itens possuem vários fabricantes autorizadas, algumas delas sendo até mesmo exclusivas de montadoras. Portanto, é possível comprar um acessório oficializado pela marca do seu carro ou não.

Os acessórios são incluídos pela concessionária e não pela fábrica, embora alguns deles não possam ser colocados em determinados carros. Por exemplo, há modelos em que faróis de LED são vendidos como itens de série ou opcionais e não podem ser instalados como acessórios.

Portanto, é bom ter atenção redobrada a depender do modelo que você escolher. Não se esqueça de pedir as especificações durante a negociação.

Outros fatores importantes devem ser levados em consideração:

  • Enquanto há itens que podem ser adicionados de forma fácil, há outros que exigem uma instalação especializada;
  • Itens vendidos em revendas podem não ser aprovados pela fábrica, portanto, certifique-se da sua compra e peça por um documento ou nota que comprove a procedência dos acessórios;
  • Antes de realizar a compra, compare os preços dos acessórios em lojas autorizadas das respectivas marcas. Caso o preço do produto esteja muito abaixo do que o praticado no mercado, fique atento, pois o produto pode não ser aprovado pelo fabricante, com o risco de comprometer a sua segurança.

Central multimídia, tapetes e calhas são alguns dos acessórios que você pode adquirir para equipar seu veículo.

4. Equipamentos obrigatórios

Todos os veículos que saem de fábrica, segundo as regulamentações do Conselho Nacional de Trânsito (CONTRAN), obrigatoriamente devem conter: 

  • Cintos de segurança de três pontas;
  • Aviso de frenagem (desde 2018);
  • Aviso do uso do cinto de segurança (desde 2018);
  • Freios ABS (2014);
  • Airbags frontais (2013);
  • Conjunto para estepe;
  • Triângulo de sinalização.

Outras resoluções indicam que algumas melhorias devem ser adotadas pelas fábricas pelos próximos dois anos:

  • Controle de estabilidade (até 2022);
  • Iluminação diurna com acionamento automático (até 2023).

Uma coisa é fato: os itens para carro, principalmente os que podem ser escolhidos por você, ajudam a aumentar a segurança do seu veículo, assim como o desempenho, o conforto e a tecnologia. Tanto para o interior quanto para o exterior do automóvel.

3 dicas na hora de comprar seu carro

E agora que você já sabe diferenciar itens de série, opcionais e acessórios, fique atento a algumas dicas imprescindíveis antes de bater o martelo e fechar sua compra.

  1. Planeje os seus gastos, tanto em relação ao veículo atual, quanto com o que você pode guardar por mês para dar de entrada em um novo. Pode ser uma alternativa ajustar gastos que não são fixos para poupar mais dinheiro;
  2. Pense nas necessidades: para qual objetivo você precisa de um veículo? Viagem? Rodar na cidade? Para a família? Tenha atenção ao modelo, espaço, potência e tamanho a depender do motivo pelo qual você precisa comprá-lo;
  3. Analise as especificações técnicas e mecânicas do carro, bem como confira os preços de diferentes modelos, de diferentes marcas. Lembrando: não se esqueça de realizar um test-drive para ver como é sua adaptação a cada um dos veículos.

Um veículo pode ser um bem muito útil para o dia a dia, portanto, tenha sempre em mente essas dicas e faça um planejamento para não correr o risco de ficar com o bolso apertado.

Considere também os gastos que serão constantes após a compra, como tributos, combustível e manutenção. Ademais, fique esperto e boa compra!

Agora que você já sabe quais as diferenças entre itens de série, acessórios e opcionais, venha até a Servopa Volkswagen e encontra o modelo certo e equipado para você! 

bateria do carro

Trocar bateria do carro: fique atento a esses indicativos

Confira quais são os sinais que indicam que chegou o momento de trocar a bateria do carro...

leia mais
xc60 blindado

Volvo Armoured Cars: conheça os SUVs de luxo blindados da Volvo

Nossa preocupação é a sua segurança na rua. Tenha o máximo de proteção, além de estilo e...

leia mais
comprar carro online

Comprar carro online é confiável? Será que vale a pena?

Tire todas as suas dúvidas sobre esse processo de comprar carro online e descubra as vantagens de...

leia mais
Newsletter
Receba conteúdo gratuito As melhores informações, novidades e oportunidades do Grupo Servopa direto no seu e-mail. Inscreva-se em nossa newsletter e receba conteúdos em primeira mão.

    Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de Privacidade e LGPD.
    Eu concordo em receber comunicações e ofertas personalizadas de acordo com meus interesses.